Umbigo de Eros

Te convido para sentar no sofá vermelho de Eros... Vamos escarafunchar os Umbigos!


Tô com pneumonia. Nunca tive e como pra tudo tem uma primeira vez, taí. E claro, fui escarafunchar seus significados psicossomáticos, mas graçasaosdeuses, logo desisti.
Falar nisso, o resultado do último Big Brother é um sintoma de uma doença nacional. Não acompanhei este, mas me lembro daquele onde o Dourado participou pela primeira vez. O homem é um poço de intolerância e preconceito, e isso reflete o Brasil.

Mas voltemos ao meu umbigo que está igualmente necessitado de atenção e de escarafunchamento. O que sinto? Sinto como se os pneus do meu carro estivessem vazios, é isso! Como se eu fosse um carrão, super potente, colorido (claro), cheio de gasolina e com um mapa de aventuras a seguir. Mas... os pneus não estão aptos. Estão furados, murchos ou carecas! Hum, se estiverem furados foi por acidente, murchos, esquecimento e carecas, negligência? Aff! É só dar uma brecha que a máquina começa a pirar.

Enfim, tô cheia de energia, querendo correr, suar... mas tenho que ficar quietinha, quentinha, evitar o vento (Iansã, nosso vôos terão que ser adiados!), evitar o sereno da noite e consequentente seus luares, estrelas e delírios. Ao mesmo tempo, como também estou com sinusite (essa é amiga antiga!) preciso evitar o sol (que me dá dor de cabeça), as roupas leves que adoro, açaí na tigela que amooooo...

Bom, se tenho que evitar o dia e a noite, resta-me o que? Lugares fechados. Incluindo meu corpo, lugar em mim. E taí, caros leitores, a minha maior dificuldade hoje. Até pra meditar tá difícil. É uma agonia aqui dentro, um comichão, uma quentura que não me deixa quieta.

Escrevo pra ver se a coisa se esclarece, se mostra, sai de mim. Lembram da minha experiência zen em Tambaba? Vivo praticamente o oposto. Me esforço pra aceitar esse momento, e o esforço é sempre uma bobagem. O que impera é mesmo a agonia, agonia, agonia...

Desculpem, mas não resisto:
"agonia - a.go.ni.a
sf (gr agonía) 1 Estado em que o moribundo luta contra a morte. 2 Fase de decadência que prenuncia o fim. 3 Aflição, angústia; estertor, inquietação, sofrimentos morais intensos. 4 Dor severa. 5 Náusea. 6 Desejo veemente de conseguir alguma coisa; ânsia. 7 Toque especial de sino para comunicar aos fiéis o transe de morte de uma pessoa. 8 Reg (Nordeste) Pressa. 9 Reg (Centro e Sul) Amolação, incômodo".

Hum, talvez algo esteja morrendo em mim. Caramba, foram tantas mortes nos últimos anos que, sinceramente, essa me escapa. O que é que está morrendo em mim agora? Já evitei muita morte e também deixei alguns mortos sem enterro, erro que evito repetir. Da-me la muerte que me falta! Ao mesmo tempo o significado 6 também me cabe: desejo veemente de conseguir alguma coisa. É isso! Caramba, o que é que eu quero? Vixi, mas o 8 também é bom: pressa, tenho pressa de viver!!! Valei-me nossa senhora que o 9 também é ótimo: amolação, incômodo. Peraí, mas e se o carro nem tiver pneu? Metaforicamente, o que seriam os meus pneus ou os pneus em mim? Ah, desisto.

Se alguém tiver um insight sobre a agonia desta agoniada, me dêem um toque. Terapia pública, nunca pensei que fosse chegar a esse ponto. Como pra tudo tem uma primeira vez...

Anasha

14 palpites:

Geraldo disse...

veja no livro da Cristina Cairo Linguagem do Corpo, ela tem uns toques bons, por vezes. Para os pulmões, vou lhe transcrever algumas linhas: ”a pessoa que está sofrendo com probl. nos pulmões demonstra que seu motivo maior de vida está bloqueado e que sua luta está sendo em vão. Vê seu castelo desmoronar e, como ela está cansada de sustentar o peso da amargura, sua respiração torna-se ofegante”. Há mais quatro parágrafos em especial para a pneumonia, que recomenda rir bastante, de tudo (cura pelo riso), mudar de ares, não esperar coisas e atitudes dos outros, trabalhar o espírito, não buscar mais com a razão, afastar as tristezas, visualizar um novo plano de vida, ser otimista, entre outras coisas (não vou escrever tudo). Melhoras e se cuida direito aí porque o negócio deve ser sério! Abração, Geraldo

Elza Rocha disse...

Deve ser encosto...
"que um amor te aconteça
que um amor te salve
que um amor te cuide"
Beijo.
Elza

Tatu disse...

Querida Anasha,

Sou contra fórmulas prontas de interpretação dos sintomas. Sabemos que pulmão tem a ver com a respiração, o ar que alimenta a chama da vida, e que peumonia está ligada a melancolia e, de certa forma, como você coloca, uma parte que quer morrer e outra que luta para viver.

No entanto, sou contra receitas de interpretação dos sintomas. Prefiro uma abordagem mais fenomenológica. Na minha experiência, as funções dos órgãos nos servem de pista, mas a pneumonia da Anasha, na fase de vida em que Anasha se encontra, é única. A forma agoniada com que Anasha vive a pneumonia é própria da Anasha e todo o contexto que a envolve no momento (perdas? anseios frustrados? decepções? outros? ...)

Com certeza, é valido procurar, pelo menos em alguns momentos, voltar-se profundamente para as sensações do corpo. "OUVIR" as sensações, a agonia e tudo o mais que se apresentar. Sem ficar interpretando ou julgando, sem se apegar nem rejeitar nada. Não fugir da agonia, usar a respiração e o foco da consciência para mergulhar ainda mais fundo nela... nem que seja só por alguns minutos por dia.

Preste atenção também nos sonhos que poderão emergir se você se mostrar disposta a ficar em contato.

De resto, seja amorosa consigo mesma, faz bem rodear-se de boa companhia, rescue, chásinhos etc, e no caso da pneumonia, também de antibiótico.

Receba um cheiro do Tatu que te adora,
Tatu

sal disse...

Ja pensou q a pneumonia eh consequencia de problemas no sistema imunologico?? (claro q ja, ne??) Entao, q tal pesquisar as causas dessa baixa imunidade?? A questao talvez naum seja exatamente o pulmao, mas as suas defesas q n estao dando conta do recado....
Bjsss e melhoras
(Pode visitas? Sao bemvindas??)

P.S. Naum sei como colocar acento neste teclado.

Anasha disse...

Queridos, adorei todos os comentários e sugestões. E fico gratíssima pelo tempo a mim dispensado. Gente dodói fica carente, né? Obrigada pelo carinho.

sal disse...

Ah!! E o mais importante - o texto esta muito bom - adorei le-lo.
bjss

Rosana disse...

Anasha, minha querida afilhada....
Antes de comentar o seu novo texto, que por sinal está ótimo, como todos outros, devo dizer-lhe que estou com muitas saudades de vossa pessoa.
Acho que pra resolver o seu problema (e no fundo o meu também) você vai encontrar a solução aqui em Tambaba!
Bjs....

Anônimo disse...

Hei querida
Espero que esteja melhor, não tenho conselhos tão sábios que já foram descritos e tenho certeza que na sua essência saberá fazer a leitura adequada desse momento. Desejo um monte de alegria, de cores, muitas flores e beijos, amores, vinho tinto, pão de queijo....uh, será...rsrs, coisas deliciosas que teu paladar, no seu corpo todo possa experiênciar.
Grande beijo
Magda

Anasha disse...

Recebi um email sobre "agonia" daquela que foi minha melhor professora de Teoria Teatral, hoje minha super amiga, e transcrevo aqui suas palavras:
"Lembrasse você um pouco de suas aulas de teoria teatral e saberia que AGONIA, vem de AGON: CONFLITO.
O ANTA-AGON antagonista e o PROTA-AGON antagonista carregam o conflito gerado pelas forças opostas. Não é nada demais... embora mate. Mas, faz parte da vida e suas eternas polaridades. Nenhuma melhor do que a outra.
Aceite apenas". beijos

OLMAGNA disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bianca disse...

Muito rico, sábio e descontraído seu texto e os comentários. Cheguei agora e vi que não há mais nada a acrescentar, a não ser...milhorô?

Hehe...estou certa que sim!

Beijos,

Bianca

Anônimo disse...

Hello,

sorry for writing english but will ask something to the owner of this blog:

is it your image with the tyre and nails inside?

Can i use it for my own uncommercial blog to?

best regards Tom

Anasha Gelli disse...

Tom,
I pick up this picture in the internet, is not mine.
Sorry about my terrible inglish.

Bye
Namastê
Anasha

Anônimo disse...

Hello Anasha
thank you for answer me.
No problemo!

i pick it up to now haha

best regards
Tom (germany)